fbpx

Depois da euforia nas compras de fim de ano, com o Dia das Crianças, Black Friday e o Natal, muitas empresas enfrentam um período difícil logo nos primeiros meses do ano seguinte. Afinal, após uma maratona de praticamente três meses de vendas em grande volume, janeiro e fevereiro são conhecidos no comércio como uma época um tanto obscura para os negócios. O desafio é não deixar o ritmo desacelerar tanto e investir em estratégias para aumentar as vendas no início do ano.

Conseguir manter o fluxo de vendas, após as festas de fim de ano, é realmente algo complexo por uma série de motivos que afetam as prioridades e o comportamento dos clientes. Contudo, com boas ideias, táticas inteligentes e um bom planejamento, é possível virar o jogo e vender mais, nesse período considerado tradicionalmente ruim, mantendo consumidores engajados com seu negócio.

Quer saber mais? Continue a leitura e conheça nossas dicas para superar suas expectativas de vendas e começar com ano com o pé direito. Confira!

www.gcerta.com.br

Adquira já a sua Maquininha para vender mais em 2020!


www.leoda.com.br

As vendas após os feriados de fim de ano

Se programar para aumentar as vendas no início do ano pode parecer uma missão impossível para muitos varejistas, uma vez que as circunstâncias que envolvem a vida dos consumidores nessa época não costumam ser nada convidativas para as compras. Após os gastos excessivos com as festas e feriados de fim de ano, várias pessoas controlam seu orçamento em janeiro e fevereiro para liquidar as dívidas que contraíram.

Ao mesmo tempo, normalmente as prioridades mudam nessa época e clientes passam a redirecionar sua renda para bancar as viagens de férias e aproveitar o verão. Como se isso não bastasse, o início do ano também é marcado por cobranças que pesam no bolso e comprometem os rendimentos das pessoas como pagamento de IPTU e IPVA, compra de material escolar e rematrícula nas escolas e faculdades.

Consequentemente, tanto o orçamento quanto a atenção dos consumidores nesse período estão voltados para outros tipos de gastos e compromissos financeiros. Logo, ainda mais depois de tantas aquisições no fim do ano, é natural que muitos nem cheguem a cogitar comprar qualquer coisa nova ou fora da lista de prioridades por alguns meses.

6 estratégias para aumentar as vendas no início do ano

Como vimos, para aumentar as vendas no início do ano diante de um cenário complicado, comerciantes precisam de fôlego e criatividade para não ver os números de negócios fechados despencando nesses meses. Por sorte, existem algumas estratégias que podem ajudar a mudar essa realidade. Conheça, a seguir, 6 delas e veja como aplicá-las na sua empresa.

1. Crie liquidações de queima de estoque

Para enfrentar a maratona do final de ano, lojistas costumam abastecer os estoques, o que significa que, se você não vendeu tudo, certamente ainda tem muitos itens sobrando para queimar no começo do ano. O que seria um problema — um encalhe de produtos, se torna uma ótima oportunidade de preparar uma liquidação especial pós-festas de fim de ano, se livrar do excesso de artigos e ainda garantir lucros.

Ainda que você tenha que dispor de uma parte da sua margem de lucros por esses produtos, essa manobra vale a pena se considerarmos que esses itens podem, dependendo do que forem, ficarem obsoletos ou perderem a validade com o tempo. Logo, compensa bastante investir em ações para promover um giro desse excedente, nos primeiros meses do ano, e depois retomar seu planejamento de vendas e reabastecer os estoques com coisas novas, de acordo com as próximas tendências.

Tenha em mente também que muitas pessoas esperam essa época do ano para aproveitar as pechinchas. Então, mesmo que você não tenha estoque sobrando, é válido se programar para ter itens remanescentes ou até fazer algumas encomendas.

2. Invista em ações pós-natal e aproveite a troca de peças

Um aspecto que enche as lojas logo após as festas é a troca de peças, uma outra boa oportunidade para aumentar as vendas no início do ano. Muitas pessoas voltam às lojas para devolver os presentes que não gostaram e, assim, acabam experimentando outros itens mais caros ou aproveitando para levar outros.

Em geral, vendedores não gostam de auxiliar clientes nesse tipo de atendimento, mas cabe ao lojista mudar esse mindset e motivá-los a ver essa situação como uma chance de fazer vendas. Converse com a equipe sobre isso, faça treinamentos e compartilhe boas práticas.

Reforce que eles precisam dar atenção aos consumidores e incentivá-los a tirar proveito da ocasião e levar mais algum produto — muitas vezes, artigos complementares são uma excelente forma de convencer pessoas a comprar mais.

3. Lance de um novo produto

Outra tática que pode ser bastante efetiva nessa época, caso você se planeje bem, é lançar um novo produto. Enquanto muitos varejistas passam o começo do ano envolvidos com queima ou reabastecimento de estoque, você pode fazer algo inesperado.

O Ano Novo é um momento perfeito para fazer isso, uma vez que todos estão pensando em recomeços e em coisas diferentes. Assim, o lançamento de algo novo, um produto ou serviço, pode ser impactante e fazer sucesso, pegando carona na energia e na mentalidade positiva das pessoas nesse período.

4. Retome contato com vendas não finalizadas

No fim do ano, muitos processos são corridos e o volume de vendas deixa os lojistas ocupados. Passado esse tempo, que tal revisar contatos que não foram finalizados e retomar a conversa com eles? Essa é uma boa ideia porque você não precisa prospectar clientes do zero, logo, a expectativa é que a jornada até a conversão seja mais curta.

Prefira contatar esses leads por telefone ou sistema de mensagens, como o WhatsApp, que são instantâneos. Assim, inicie as negociações apresentando, se for possível, descontos e melhores condições.

5. Aposte na automação de marketing e campanhas pagas

A divulgação da sua loja também precisa de um empurrão para conseguir ampliar a carteira de clientes e chamar sua atenção. Além de campanhas de e-mail marketing com pessoas da sua lista de contatos, publique suas promoções e novas ofertas nas redes sociais.

Para aumentar ainda mais a visibilidade da sua marca, invista em automação de marketing, com a ferramenta de remarketing. Essa é uma estratégia que permite às pessoas, que já visualizaram seu site, ver anúncios seus em outras plataformas. Colocar anúncios pagos, no Google Adwords, Facebook Ads ou nos vídeos do YouTube, também é uma excelente opção para aumentar as vendas no início do ano.

6. Invista em campanhas relacionadas ao começo do ano

Para aumentar as vendas no início do ano, foque em promover produtos que tenham sinergia com datas relacionadas à época, como verão e carnaval. Se sua loja comercializa produtos sazonais, por exemplo, roupas de banho, malas de viagem, fantasias ou óculos de sol, por exemplo, esse é o momento ideal para investir pesado em marketing, pensar em itens promocionais que tenham a ver com a estação e atrair os olhares do público interessado.

O que é um obstáculo para alguns, pode representar uma oportunidade para aumentar as vendas no início do ano em uma conjuntura em que muitos concorrentes estão se retraindo e repensando seus estoques. Sendo assim, aproveite essas dicas e prepare-se para maximizar conversões e ter um começo de ano tão favorável quanto o período de festas!

Fonte<https://empresas.serasaexperian.com.br/blog/aumentar-as-vendas-no-inicio-do-ano/> Acesso em: 18/12/2019 ás 11h30.

× Chama a gente no Whats! 41 98904-1097